Cartas de Luta e Solidariedade

Egon Heck, IHU On-line, 15 de fevereiro de 2011

O ano mal começa e centenas de cartas cortam a linha do equador para atingir seus alvos nas aldeias ou no Palácio do Planalto.

Do Canadá nos vem um exemplo admirável de solidariedade. Na cidade de Quebec decidiram fazer uma campanha de apoio e solidariedade com a Comunidade do Ypo’i, acampada em sua terra tradicional. Ali sofreram horrores: fome, isolamento, ameaças…E não puderam ainda iniciar seu grande objetivo de conseguir informações sobre o corpo do professor Rolindo assassinado juntamente com Genivaldo, quando do retorno ao tekohá no final de outubro de 2009. Com incrível perseverança e espírito guerreiro, enfrentaram todas essas adversidades para reconquistar um pedacinho de seu território tradicional. E lá estão eles lutando heroicamente contra todo poderio econômico regional, dos fazendeiros e do agronegócio. Continue lendo

Anúncios

Dourados é a maior tragédia indígena do mundo, afirma Deborah Duprat

“A reserva de Dourados é talvez a maior tragédia conhecida na questão indígena em todo o mundo”, afirmou a vice-procuradora-geral da República, Deborah Duprat, ao falar sobre a questão indígena em Mato Grosso do Sul no XI Encontro Nacional da 6ª Câmara de Coordenação e Revisão (CCR) do Ministério Público Federal (MPF), realizado essa semana nesta capital.

Antonio Carlos Ribeiro, Agência Latino-Americana e Caribenha de Comunicação (ALC), 3 de dezembro de 2010

Duprat atua no setor do MPF que trata de assuntos relativos aos povos indígenas e minorias étnicas. A escolha de Mato Grosso do Sul se deve ao fato de o Estado contar com 70 mil índios, a segunda maior população indígena do Brasil, e que tem os maiores problemas de conflito de demarcação de terras, especialmente pela situação de discriminação da população, violência por parte dos proprietários rurais e uma política do governo estadual cujo descaso transforma a vulnerabilidade dessa população em genocídio. Continue lendo