Los neopentecostales: las megaiglesias del capitalismo sagrado

[Quando o padre Marcelo Rossi inaugura em São Paulo sua mega-igreja para concorrer com os templos evangélicos, é muito atual esta análise da religião do espetáculo – José Correa]

José Luis Rocha, Viento Sur, 2 de noviembre de 2012

Las megaiglesias de los neopentecostales son meganegocios. Son lideradas por pastores que actúan como ejecutivos y que se manejan con habilidades de showman para entretener a sus seguidores. Predican el emprendedurismo, el espíritu gerencial y el pensamiento positivo. Nacieron en Estados Unidos y hoy avanzan a gran velocidad por toda Centroamérica. Continue lendo

Anúncios

Freedom To Criticize Religion Is A Touchstone Of Free Expression

Farooq Sulehria interview Gilbert Achcar, International Viewpoint,  September 25, 2012

Muslims should ‘simply ignore the crazy provocations,’ Gilbert Achcar says. He thinks that those who engaged in violent protests against the ‘Innocence of Muslims’ video did exactly what the video’s production team were hoping for as a result of their provocation. While Achcar strongly condemns Islamophobic hate material, he rejects any curtailment of free speech in the name of preventing blasphemy. ‘Freedom to criticize religion is a major touchstone of the right to free expression,’ he says.

Farooq Sulehria: A decade after your book The Clash of Barbarisms, written in the aftermath of 9/11, it seems that the situation has only worsened. A caricature in an obscure newspaper, an immature video: anything can ignite a ‘clash of barbarisms’ disguised as a ‘clash of civilisations’. How would you analyse the ongoing wave of protests against the ‘Innocence of Muslims’ video in parts of the Muslim world?

Gilbert Achcar (GA): The clash of barbarisms that I analysed should not be seen through the lens of such incidents, but rather through much more serious issues such as Guantanamo, the invasion of Iraq, the torture at Abu Ghraib in Iraq, the increasing resort of the USA to extra-judicial killings, etc. Such events do indeed represent setbacks in the civilizing process. Continue lendo

Mulçumanos aguardam a chegada de Mahdi, o último profeta do Islã

De acordo com uma nova pesquisa pela Pew Resarch, 672 milhões de mulçumanos aguardam a chegada do último profeta do Islã. Para a maioria deles, ele será o último profeta, que governará o mundo e derrotará os inimigos que não servem Alá.

Religión Digital, 17 de agosto de 2012. A tradução é do Cepat. Reproduzido de UHU On-line.

Os resultados confirmam as predições do autor cristão Joel Richardson, que escreveu, em 2009, o livro intitulado “The Middle East Beast” (A Besta do Oriente Médio), o Anticristo islâmico. Richardson tem alertado aos cristãos sobre isto, porque muitos mulçumanos esperam a vinda de Mahdi, ao que a Bíblia chama de “falso profeta”, que deve acompanhar o Anticristo em seu reinado de sete anos.

Uma pesquisa publicada pelo Instituto Pew Research mostra que no Oriente Médio, África do Norte, Ásia Meridional e Sudeste Asiático, “a metade ou mais dos mulçumanos acreditam que irão viver para ver a chegada de Mahdi”. Continue lendo

O Paquistão sabia onde Osama se escondia

Robert Fisk, Página/12, 4 de maio de 2011. A tradução é do Cepat. Reproduzido de IHU On-line.

Uma pessoa insignificante, de meia idade, um fracasso político ultrapassado pela história – por milhões de árabes que exigem liberdade e democracia no Oriente Médio – morreu no Paquistão ontem. E então o mundo enlouqueceu.

Logo depois de nos ter mostrado uma cópia de sua certidão de nascimento, o presidente norte-americano apareceu no meio da noite para nos mostrar uma certidão de óbito de Osama Bin Laden, morto em uma cidade cujo nome é de um major do exército do velho Império Britânico. Um único tiro na cabeça, nos disseram. Mas o voo secreto do corpo para o Afeganistão e um sepultamento igualmente secreto no mar? O estranho e arrepiante destino do corpo – sem túmulos, por favor – foi tão assustador quanto o homem e sua impiedosa organização. Continue lendo

Ateísmo militante

Frei Betto, Correio da Cidadania, 30 de outubro de 2010

No decorrer da campanha presidencial afirmei, em artigo sobre Dilma Rousseff, que ela nada tem de “marxista ateia” e que “nossos torturadores, sim, praticavam o ateísmo militante ao profanar com violência os templos vivos de Deus: as vítimas levadas ao pau-de-arara, ao choque elétrico, ao afogamento e à morte”.

O texto provocou reações indignadas de leitores, a começar por Sr. Gerardo Xavier Santiago e Daniel Sottomaior, dirigentes da ATEA (Associação Nacional de Ateus e Agnósticos). Continue lendo

República Fundamentalista Cristã

Um poder moderador vigia o debate político e impede que pautas de modernização social cheguem ao Brasil

Vladimir Safatle, Folha de S. Paulo, 11 de outubro de 2010

Fundada em 31 de outubro de 2010 após a expulsão dos infiéis do poder, a República Fundamentalista Cristã do Brasil apareceu em substituição à República Federativa do Brasil. Dela, ela herdou quase tudo, acrescentando uma importante novidade institucional: um poder moderador, pairando acima dos outros Três Poderes e composto pela ala conservadora do catolicismo em aliança com certos setores protestantes. Os mesmos setores que, nos EUA, deram suporte canino a George W. Bush. A função deste poder moderador consiste em vigiar o debate político e social, impedindo que pautas de modernização social já efetivadas em todos os países desenvolvidos cheguem ao Brasil. Continue lendo

Matéria de princípio

Não se pode deixar de registrar que, sob o governo Lula, em tratativas com os vértices da Igreja Católica, já foram dados passos de rendição do Estado – laico, por definição constitucional – em matéria de ensino religioso nas escolas públicas, ainda passíveis de extensão a outras designações religiosas

Luiz Werneck Vianna, Valor, 11 de outubro de 2010

Vamos para a fase decisiva da sucessão presidencial sem a presença da personalidade e do discurso que a salvaram, especialmente no final da campanha, da rotina regida pelo marketing eleitoral. Com Marina, de algum modo, o mundo da vida – no seu léxico, uma política para o século XXI com eixo na solidariedade e na cooperação social – encontrou passagem na disputa que se concentrava nos candidatos Dilma e Serra. Ambos indisfarçavelmente vindos da região sistêmica da vida social, estatísticas em punho, prometendo mundos e fundos, e chamando para si a responsabilidade de levar à frente a modernização econômica e social do país, cujos fundamentos, já conhecidos pelas práticas exitosas dos governos anteriores, não deveriam ser objeto de controvérsias. Ao eleitor cabia apenas indicar qual deles seria o mais qualificado a fim de realizar essa tarefa consensual. Continue lendo

Eleitores ocultos da jihad brasileira

José de Souza Martins, O Estado de S. Paulo, 3 de outubro de 2010

Um pastor manda de Nova Iorque aos crentes de sua numerosa e obediente igreja evangélica recomendação para que votem na candidata oficial. Um bispo católico publica declaração recomendando aos fiéis que não votem nela. Um pastor de importante igreja protestante lança apelo para que os adeptos de sua igreja votem na candidata não oficial. Um frade católico há muito declara que espera que a candidata oficial ganhe a eleição e a oposição nunca mais retorne ao poder. Se é para a oposição nunca mais voltar ao poder não se trata de eleição, e sim de nomeação. Estamos em face do eleitor oculto, o das religiões, que vota corporativamente e sem liberdade, por motivos religiosos e não por motivos políticos. Continue lendo

Ratzinger es un enemigo de la humanidad

Richard Dawkins, The Guardian / Rebelion, 29 de septiembre de 2010

Discurso pronunciado con motivo de la visita del Papa al Reino Unido y publicado en The Guardian. Traducido por Anahí Seri

¿Debería Joseph Ratzinger haber sido recibido con la pompa y ceremonia que merece un jefe de estado? No. Como ha mostrado Geoffrey Robertson, la pretensión de la Santa Sede de ser considerada como estado soberano se basa en un pacto fáustico por el cual Benito Mussolini entregó 3 kilómetros cuadrados del centro de Roma a cambio de que la Iglesia apoyara su régimen fascista. Nuestro gobierno aprovechó la ocasión de la visita del Papa para anunciar su intención de “hacer la obra del Señor”. Como señaló un amigo mío, presumiblemente deberíamos esperar una inminente entrega de Hyde Park al Vaticano, para cerrar el trato. Continue lendo

La nueva historia de la derecha

Saul Landau, TNI, June de 2010

La Junta de Educación del Estado de Texas aprobó un nuevo currículo de estudios sociales para reflejar la Historia Norteamericana como debió haber sucedido. La miembro de la Junta Cynthia Dunbar (republicana) dilucidó la esencia de la premisa de la Junta: Estados Unidos fue y debe ser “una tierra cristiana gobernada por principios cristianos”.

Después de leer esta noticia –Texas es el segundo cliente en importancia de la industria de libros de texto–, los autores, viendo la oportunidad de hacer una fortuna, enviaron propuestas a la junta educacional y a editores de libros de texto. Cito una propuesta encontrada cerca de la oficina en el Senado del republicano Jim DeMint (Carolina del Sur), quien da la casualidad que apoya la idea de reescribir los libros de texto: Continue lendo