Web freedom faces greatest threat ever

In an recent interview, Google Co-founder Sergey Brin told The Guardian that internet openness and universal access are under immediate attack by “very powerful forces that have lined up against the open internet on all sides and around the world”. “I am more worried than I have been in the past,” he said. “It’s scary.”

The threat to the internet as we know it comes “from a combination of governments increasingly trying to control access and communication by their citizens, the entertainment industry’s attempts to crack down on piracy, and the rise of ‘restrictive’ walled gardens such as Facebook and Apple, which tightly control what software can be released on their platforms,” The Guardian reports.

In the interview Brin alludes to the reach of the US government, telling how Google is forced to hand over data and is restricted from notifying users that their privacy has been breached.  (Common Dreams Staff)

Exclusive: Threats range from governments trying to control citizens to the rise of Facebook and Apple-style ‘walled gardens’

Ian Katz, guardian.co.uk, Sunday 15 April 2012

The principles of openness and universal access that underpinned the creation of the internet three decades ago are under greater threat than ever, according to Google co-founder Sergey Brin. Continue lendo

Anúncios

A transmissão distribuída. “Meu objetivo é extinguir a televisão”

O criador do BitTorrent lançou um serviço que promete ser uma nova revolução para a Internet. Quanto mais espectadores assistem, mais rápido anda. “Meu objetivo é extinguir a televisão”, disse Bram Cohen.

Mariano Blejman, Página/12, 10 de abril de 2012. A tradução é do Cepat. Reproduzido de IHU On Line.

O BitTorrent Live funciona exatamente ao contrário da forma como funcionavam, até agora, as transmissões ao vivo: quanto mais pessoas estão conectadas a um mesmo serviço, mais veloz pode ser a conexão. Impressionante. Este simples conceito poderia revolucionar várias coisas ao mesmo tempo: “Meu objetivo é extinguir a televisão”, disse Bram Cohen, em fevereiro, um pouco sério e um pouco em tom de brincadeira. Também permitirá realizar transmissões, ao vivo, sem grande infraestrutura. É que mais de 40% da circulação mundial usa o protocolo BitTorrent, que o próprio Cohen inventou, há pouco mais de uma década, quando revolucionou a forma de compartilhar arquivos. Agora, ele vem com um serviço de “transmissão”, em linha, que é conceitualmente fabuloso, num momento em que as águas da circulação de informação na Internet estão “quentes”. Continue lendo

ACTA: Europe Braced for Protests Over Anti-Piracy Treaty

Obama has already signed trade agreement worse than SOPA, PIPA

Common Dreams staff, February 6, 2012

Protests against the regressive Anti-counterfeiting Trade Agreement, or ACTA, are flaring up across Europe, with over 100 planned for this Saturday, February 11th.

While organized opposition in the US kept SOPA and PIPA from moving forward, President Obama already signed ACTA months ago. Continue lendo

Por que não uma versão Science Commons?

Ciência Hoje, 15 de setembro de 2010

Ganha força na internet o projeto colaborativo Science Commons, que propõe um novo modelo de compartilhamento de dados científicos, com outra lógica e uma licença autoral alternativa com o objetivo de superar uma realidade paradoxal: os resultados dos estudos científicos – financiados na maior parte por recursos públicos em países como o Brasil – acabam publicados em revistas caras e de acesso restrito.

Quantas vezes você já ouviu falar em ‘livre compartilhamento’ na internet, livre circulação de ideias? Agora, reformulemos a questão: quantas vezes você ouviu os mesmos termos e a palavra ‘ciência’ vindo em seguida? A lógica de troca é muito mais vezes associada ao conhecimento artístico e humano do que ao universo das ciências exatas e naturais. Continue lendo

Banda larga é direito universal na Finlândia

Esquerda.net, 3 de julho de 2010

A Finândia tornou-se o primeiro país do mundo a determinar o acesso livre à banda larga como um direito de todos os cidadãos, obrigando os operadores a oferecer preços razoáveis.

O próximo objectivo anunciado pelo governo é o de garantir a velocidade de 100 megabytes por segundo para toda a gente em 2015. “Nós consideramos o papel da Internet na vida dos finlandeses. Os serviços de Internet não têm só a função de entreter”, disse a ministra das Comunicações da Finlândia, Suvi Linden, em entrevista à BBC. Continue lendo

Acceso libre, ¿el futuro de la investigación?

Hans Emborg Bünemann, Danish Center for Design Research. Rebelion, 27 de mayo de 2010. Traducido por Ricardo García Pérez

¿Es el acceso libre y gratuito a todos los descubrimientos científicos el futuro para los entornos de investigación tanto en Dinamarca como en el mundo en su conjunto? ¿O se trata, por el contrario, de una amenaza para la credibilidad de los hallazgos científicos que se publican? La tendencia a regirse cada vez más por el acceso libre se extiende desde las ciencias naturales a las sociales y las humanidades. Pero persisten dificultades que se deben abordar en el proceso. Continue lendo