The Fracking of Rachel Carson, by Sandra Steingraber with Photographs by Nina Berman

Orion Magazine, October 8, 2012

A maioria das pessoas ainda não percebeu que como resultado da elevação do preço do petróleo nos últimos anos não tivemos uma aceleração da transição para energias renováveis, mas sim para formas mais sujas de combustíveis fósseis, em especial o gás de xisto, que passou a ser extraído principalmente com um novo método, a chamada fratura hídrica – altamente destrutiva para o meio-ambiente, envenenando os lençois freáticos  e dispersando substancias cancerígenas utilizadas para separar o gás da rocha.

É em função desta nova “fonte” de combustíveis que os EUA (e nisso Obama e Romney estão unidos) está agora com o objetivo de atingir a “autonomia energética” em poucos anos. E é por isso que a principal luta ambiental nos EUA é, hoje, contra o gasoduto Keystone, que trara gás de xisto de Alberta, no Canadá, para o Golfo do México. Muita gente famosa está se deixando prender nos protestos…

Este vídeo, todavia, aborda este problema de outro ponto e trata da extração por fratura hídrica nos próprios EUA. Faz isso a partir de uma homenagem a Rachel Carsons, cujo livro Primavera Silenciosa lançou o movimento ambiental moderno. The Fracking of Rachel Carsons alude à perseguição que ela sofreu nos últimos dias de vida, com um câncer terminal. Uma intervenção política poderosa, mas infelizmente só disponível em inglês sem legendas. [JC]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: